Você se vê questionando sobre muitas coisas e parece que as respostas do Universo não vêm para você? Talvez seja apenas uma questão de percepção, de ângulo. Você pode estar olhando para o lado contrário ou até mesmo olhando para a própria resposta, mas sem perceber que ela está ali.

Trago como exemplo a minha história pessoal sobre trabalho e propósito maior de vida. Eu sempre me questionei o que eu vim fazer aqui, quais eram meus maiores propósitos e vontades. E há anos atrás, sempre que eu me fazia essa pergunta eu tinha a absoluta certeza de que não estava fazendo o que deveria fazer e que meu trabalho do passado não preenchia meu ser. Houve até uma época que eu parei de me questionar sobre esses assuntos, pois eu comecei a ficar ainda mais ansiosa por não conseguir encontrar tais respostas. E é aí que estão muitas das nossas descobertas; quando aquietamos. 

Uma outra questão era o fato de que eu na verdade fugia das minhas próprias respostas. 

E você pode me perguntar:

-Mas como assim? 

-Bom, deixa eu me explicar melhor.

Quando digo que eu fugia das minhas respostas, isso se deve ao fato de que eu fugia das caracterísicas que eu trazia comigo mesma. Uma delas era a sensibilidade muito aflorada, uma empatia tremenda e claro, a mediunidade que eu não aceitava. Todas essas habilidades que eu trazia comigo me direcionavam para as atividades que iriam preencher o meu coração. Mas aquilo que seria minha resposta, minha libertação, eu achava que era um problema. Eu achava que tinha algo de errado comigo e que eu deveria camuflar, esconder e fingir que não sentia o que os outros sentem, que não tinha percepções extrafísicas e por aí vai. 

Tudo começou a mudar e a fluir quando eu parei, aquietei a mente, e resolvi curar meus medos. O primeiro deles foi a ansiedade. Decidi que iria me livrar daquela sensação de preocupação descontrolada com um futuro que ainda nem aconteceu e que tem grandes probabilidades de nem acontecer. Nessa época, eu iniciei meditação, yoga, práticas de relaxamento. Tudo o que eu tinha lido que curava ansiedade. E advinha o que aconteceu? As características que eu comentei começaram a aflorar cada vez mais. Eu percebia que quanto mais em paz eu ficava, mais minhas “ferramentas” (que é como gosto de chamar) se intensificavam dentro de mim. Até que eu sentei e aceitei. Tive uma conversa muito franca e clara com meus mentores, com meu Eu Maior e toda essa força que nos rodeia e nos move, a qual chamamos de Deus. Falei do fundo do meu coração que então eu aceitava. Eu não tinha ideia do que eu iria fazer com aquilo e muito menos que tipo de trabalho e propósito eu poderia  desenvolver com todas aquelas questões, mas eu me abri, disse que estava aberta e aceitava tudo o que eu tinha preparado para mim nessa vida. Isso já tem 3 anos e há cada dia aparecem novas oportunidades de realizar e contribuir com todas essas características que trago nessa existência.

Te contei toda essa história, de forma bem resumida claro, para que você possa compreender o que é fugir das suas próprias respostas. Eu achava que mediunidade e ser uma pessoa com uma sensibilidade muito intensa eram problemas e não soluções. As minhas respostas estavam o tempo todo em mim e eu não conseguia percebê-las. Talvez esteja ocorrendo o mesmo com você. Por isso compartilhei essa parte da minha vida. Observe aquilo que você trouxe, todos temos habilidades e características únicas. Somente você consegue fazer algo do jeito que você faz, e somando sua particularidade às suas habilidades, você encontra razão nos seus dias e propósito em contribuir com seu desenvolvimento e com o crescimento dos demais.

No início as coisas podem parecer meio confusas, mas escolha realizar o seu bem, escolha cuidar de você em todos os aspectos. Comece por livrar-se dos seus medos, daquilo que você sabe que lhe mantém preso. Pode ser iniciar uma nova ideia, colocar em prática aquele projeto que você sempre sonhou, começar uma atividade física, criar hábitos alimentares mais saudáveis, iniciar uma nova rotina. Seja o que for, inicie com pequenas e boas mudanças e esteja aberto a receber e perceber todas as suas respostas.  

Um abraço muito forte! Receba todo meu carinho e alegria em sua jornada. Estamos juntos, trilhando nossas trajetórias e redescobrindo nossas habilidades. Abra-se para o que é seu e faça dos seus dias, dias melhores.

Muita paz e luz para todos nós, sempre.

Érica Lima


9 comentários

Cris Évelin · 19/07/2018 às 15:20

Justamente o que estou passando, tenho um emprego estável e bom, mas estou com medo de não estar no caminho certo e com muitas dúvidas sobre o que realmente quero. Agradeço o e-mail!

    Érica Lima · 20/07/2018 às 10:33

    Olá querida! Fico feliz que o email tenha lhe auxiliado de alguma forma. Continue seguindo em paz e com muito amor em seu caminho, que as dúvidas começam a ser sanadas. Beijo enorme a ti! ❤️

Alessandra · 19/07/2018 às 17:11

Gratidão Érica por compartilhar conosco suas experiências!

    Érica Lima · 20/07/2018 às 10:34

    Obrigada pela mensagem minha querida! Beijo grande a ti. 🙂

Cleiva l. Maciel da silva · 21/08/2018 às 13:33

Obrigado pela mensagem,preciso me encontrar,tenho cinqüenta anos e ate hj não me encontrei, isso é difícil para mim pois não sei por onde começar, mas vou colocar em prática td que aprender com seus videos.obrigado amada bjo.

Andre luiz · 01/11/2018 às 21:26

Érica tnks I rés your texto. Very good. You know a Lot on me. Need use my intuito .tnks for open my eyes. Namastê. Minha mentora

Pâmela de Moura Lopes · 13/02/2019 às 22:39

Vi minha vida em suas palavras, estou passando por isso, mas ainda estou no momento turbulento e perdido. As vezes eu sei o que fazer pra sair, mas logo depois surge a dúvida novamente, e ainda fico nessa contradição e sem saber mais o que fazer da vida.

Alexandre Bauer · 15/03/2019 às 00:02

Só posso dizer que tem um monte de gente assim como você que estão tocando o coração de muitos. Eu fui um que fui tocado. Pois exatamente hoje estou passando por tais indecisões de vida. Só tenho que agradecer a Deus por estar colocando gente com tanta sintonia na minha vida. Acho que tudo isso tem uma razão de ser. Meu abraço fraterno!

Marcos da Rosa Viana · 15/05/2019 às 00:45

Querida Érica !!! É com muita alegria e gratidão que lhe escrevo, primeiramente dizendo que parece que nossas histórias são idênticas e que eu também estou descobrindo um novo caminho que me faça mais feliz e pleno. Com relação a mediunidade eu também estou em busca de um real propósito para ela, pois até agora não consegui colocá-la em prática de uma maneira que me dê a certeza de que estou no caminho correto, mas parece que as coisas estão se encaixando e o mundo holístico pelo que tudo indica é o caminho. Deixo aqui um abraço fraterno cheio boas vibrações com a certeza de que estamos unidos pelas esferas superiores em prol do nosso crescimento e dos nossos irmãos de jornada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *