Curso intermediário de projeção, viagem astral, gravado somente em áudio, pelo estudioso sobre o assunto, Saulo Calderon. Neste áudio o tema é telepatia, psicofonia, telecinesia e plasmagem extrafísica.

*Ressalto que aqui possui parte do que foi falado no áudio e também alguns pontos acrescentados por mim. Para as pessoas que se interessam de fato pela projeção astral, sugiro fortemente ouvirem todos os áudios, pois muito do que foi explicado de forma detalhada não foi redigido no post. Acesse o curso intermediário no site do próprio Saulo, o Grupo Viagem Astral.

Saulo inicia o áudio mencionando que a telepatia, a psicofonia e a telecinesia também são possíveis de serem realizados na dimensão física, mas que não aprofundará nesse assunto, focará mais nos processos durante a projeção da consciência.

Telepatia Extrafísica

Telepatia é a transmissão e recepção do pensamento direto de um projetor para outro ou de um projetor para uma consciência (um espírito). É comum recebermos intuições e pensamentos ainda no corpo. Em muitos casos, esses pensamentos são tão sutis que achamos que são nossos, quando na verdade são inspirações externas. Fora do corpo a comunicação é muito mais ampla e esse tipo de confusão não ocorre.

Diversas Nomenclaturas Para a Telepatia: diálogo transmental, apsiquia extrafísica, informação extrafísica direta, leitura extrafísica da mente, paratelepatia, projeção ou recepção do pensamento, radio parabiológico, telefonia consciencial, telegrama espiritual, email espiritual, telepatia dos mortos, telepatia intervivos, transferência subjetiva da bioinformação,  transmissão do pensamento etc.

Quatro Aspéctos da Telepatia Extrafísica:

  1. Telestesia: Sente-se algo a distância, um chamado, um aviso rápido, um pedido que vem de longe. Pode acontecer tanto no corpo quanto fora do corpo.
  2. Cripestesia: É um sentimento oculto, parecido com a telestesia, mas sem tanta clareza. Seria mais ou menos quando você uma informação e não entende muito bem, não sabe exatamente quem mandou e nem o que foi informado. Você recebe a comunicação, a intuição, mas sem tanta clareza do que está sendo passado.
  3. Clarissenciência: É a capacidade de um espírito de fora ler a mente de alguém e saber o que a pessoa está pensando. Dessa forma o espírito consegue identificar como a pessoa está, qual seu estado de espírito. Os espíritos se afinam conosco através do nosso pensamento, parecido com o planeta Terra, na dimensão física, onde as pessoas se organizam em grupos, se aproximam e permanecem junto daqueles aos quais mais se simpatizam.
  4. Transferência de Pensamento: É quando transfere-se conscientemente uma idéia para alguém. E essa transferência não recebe ação do tempo nem distância, ela é imediata. Ela chega imediatamente, assim que você envia um pensamento ou uma sugestão a alguém e ela recebe instantaneamente.

O pensamento, muitas vezes também é transmitido pelo olhar. muitas pessoas mais sensíveis, conseguem identificar os pensamentos através do que chamamos de porta da alma, o olhar.

As grandes ocorrências de telepatia são normalmente desenvolvidas através das viagens astrais, principalmente durante os amparos espirituais. Podem ocorrer também durante as práticas energéticas ou durante as catalepsias projetivas. A presença de espíritos próximos, mentores ou assediadores, que transmitem naquele momento pensamentos e ideias. Em alguns casos mais raros, durante os processos energéticos, além da telepatia podem ocorrer materializações, clarividência e clariaudiência.

Telepata ou telepata projetivo: É o nome que se dá ao projetor, fora do corpo, que recebe informações dessa natureza. É muito comum ao projetor receber informações através de telepatia a respeito dos amparos e trabalhos a serem feitos ou também espíritos não muito bem intencionados. Os espíritos conseguem induzir homens, mulheres, crianças e até animais a realizarem ações que eles queiram.

Nem todos os espíritos conseguem realizar a telepatia. Alguns espíritos desequilibrados emocionalmente, chegam num ponto de total incoerência que não conseguem utilizar-se da telepatia. Ficam como doentes mentais que nem seus próprios pensamentos conseguem organizar.

Perguntas e Respostas do Livro dos Espíritos de Allan Kardec

FACULDADE, QUE TÊM OS ESPÍRITOS, DE PENETRAR OS NOSSOS PENSAMENTOS

456. Vêem os Espíritos tudo o que fazemos?

“Podem ver, pois que constantemente vos rodeiam. Cada um, porém, só vê aquilo a que dá atenção. Não se ocupam com o que lhes é indiferente.”

457. Podem os Espíritos conhecer os nossos mais secretos pensamentos?

“Muitas vezes chegam a conhecer o que desejaríeis ocul- tar de vós mesmos. Nem atos, nem pensamentos se lhes podem dissimular.”

a) — Assim, mais fácil nos seria ocultar de uma pessoa viva qualquer coisa, do que a esconder dessa mesma pessoa depois de morta?

“Certamente. Quando vos julgais muito ocultos, é co- mum terdes ao vosso lado uma multidão de Espíritos que vos observam.”

INFLUÊNCIA OCULTA DOS ESPÍRITOS EM NOSSOS PENSAMENTOS E ATOS

459. Influem os Espíritos em nossos pensamentos e em nossos atos?

“Muito mais do que imaginais. Influem a tal ponto, que, de ordinário, são eles que vos dirigem.”

460. De par com os pensamentos que nos são próprios, ou- tros haverá que nos sejam sugeridos?

“Vossa alma é um Espírito que pensa. Não ignorais que, freqüentemente, muitos pensamentos vos acodem a um tempo sobre o mesmo assunto e, não raro, contrários uns aos outros. Pois bem! No conjunto deles, estão sempre de mistura os vossos com os nossos. Daí a incerteza em que vos vedes. É que tendes em vós duas idéias a se combaterem.”

461. Como havemos de distinguir os pensamentos que nos são próprios dos que nos são sugeridos?

“Quando um pensamento vos é sugerido, tendes a impressão de que alguém vos fala. Geralmente, os pensamentos próprios são os que acodem em primeiro lugar. Afinal, não vos é de grande interesse estabelecer essa distinção. Muitas vezes, é útil que não saibais fazê-la. Não a fazendo, obra o homem com mais liberdade. Se se decide pelo bem, é voluntariamente que o pratica; se toma o mau caminho, maior será a sua responsabilidade.”

Psicofonia Extrafísica

Psicofonia: É como uma incorporação, é quando o espírito se utiliza do corpo do médium para se comunicar, através da voz ou para realizar alguma ação, que seria o caso da incorporação geral.

Durante as projeções, nos amparos espirituais, é muito utilizada a incorporação projetiva. Os mentores, em quase todos os amparos, quando não usam a telepatia, incorporam ou somente utiliza a voz do projetor para que o trabalho seja feito com mais precisão. Podem controlar as mãos, para auxiliar no passe, podem controlar qualquer situação para que a execução do trabalho ocorra sempre da melhor forma.

É importante saber que a psicofonia extrafísica, a incorporação extrafísica acontece muitas vezes para puxar um espírito distante, muitas vezes uma assediador. A partir dos 42 minutos de áudio, Saulo relata um caso que ele experienciou fora do corpo de incorporação extrafísica.

Telecinesia Extrafísica

Ocorre quando o projetor, através da vontade, provoca a movimentação de objetos espirituais nas dimensões astrais e em raros casos na dimensão física.

Acima da segunda dimensão, a prática da telecinesia é mais fácil de ser realizada. Isso é algo que já ficou comprovado entre os estudiosos da projeção astral.

Diversas nomenclaturas: Parapsicocinesia, telecinesia projetiva, telecinesia intervivos, dentre outros.

O nome telecinesia vem do grego, onde tele significa “a distância” e “cneses”, significa ação, ou seja, movimento de ação a distância, sem encostar no objeto.

Telecineta é a nomenclatura dada ao projetor que realiza (fora do corpo) a telecinesia. Em projeção astral, o projetor (mesmo semiconsciente) pode movimentar objetos extrafísicos, sejam eles plasmados ou parte da dimensão. Trata-se de uma experiência que requer algum esforço energético concentração e domínio dessas energias. Vai depender também da frequência onde se esteja, sendo assim mais fácil ou mais difícil. Quanto mais próximo da matéria, mais difícil realizar essa ação. É um ato que é realizado através da manipulação e controle das energias, em momento algum será a mente que irá movimentar o objeto, mas sim a mente irá controlar as energias, através da vontade, entrando na frequência daquele objeto e conseguindo assim movimentá-lo. Para que isso ocorra na matéria, é necessário densificar o processo das energias (como ocorrem nos efeitos físicos de materialização), controlando as energias e através dessa energia densificada consegue-se empurrar, movimentar ou até flutuar o objeto.

Metafanismo: trata-se da desaparição do objeto.

Efeitos eletromagnéticos: são os efeitos da telecinesia realizados através de aparelhos e circuitos elétricos, como rádios, TV’s.

Efeitos estruturais sobre objetos e construções, geração de luzes ou energias, efeitos sonoros, barulhos no ambiente, todos fazem parte da telecinesia.

Plasmagens Extrafísicas

Assim como a telecinesia, da segunda dimensão para cima ocorrem com mais facilidade. O projetor, pode facilmente moldar as formas, realizar essas plasmagens em si mesmo, realizar modificação de sua própria aparência bem como plasmar/modificar objetos. E outros espíritos também podem sugerir a modificação de aparência do outro, inclusive a do projetor. Algumas formas duram tanto tempo que se tornam parte daquela dimensão; chegam a existir por milénios e milénios.

As colônias espirituais são plasmadas (construídas) por espíritos superiores através de uma grande forma mental. São tão fortes que se tornam reais.

Os espíritos utilizam-se das plasmagens para vários objetivos, em grande escala suprem-lhes a ilusão, seja para se defenderem, seja para “sanarem “seus vícios, ou para assediarem. São simplesmente as repercussões da vida física, que continua de forma muito parecida após a morte física.

Mentores também se utilizam das plasmagens para auxiliar nos trabalhos no umbral. Plasmam fogo e até mesmo seres horrendos para assustar/espantar espíritos que estejam ali somente para atrapalhar os amparos. Há espíritos de índios, mentores que atiram flechas energéticas no umbral, mentores que trabalham com cristais, com processos energéticos dos cristais, também para se defender durante os trabalhos.

O projetor lúcido, num bom grau de observação sabe diferenciar os eventos durante a viagem astral e não se confunde com as imagens mentais (plasmagens). Ele consegue diferenciar o que é ou não ilusão.

*A forma, nada mais é do que uma criação temporária, seja ela em qual dimensão estivermos. O mais abstrato, nossa consciência é o mais real de tudo, e tudo que é mais denso, mais palpável, em sua grande maioria é ilusório e temporário.

Chegamos ao final desse áudio, como diz Saulo, estude, busque conhecimento, expanda sua consciência e compartilhe seu conhecimento! Espalhe por onde passar, para todos aqueles que desejarem, tudo o que estiver aprendendo.

 

Abraço a todos! Muita paz e luz sempre!

Até o próximo áudio!!! 🎧 ❤️ 😉

 

Deixe seu comentário logo abaixo! =)

 

Mais Conteúdo nas Redes Sociais. Assine! Curta! Compartilhe! Ajude a Divulgar Conteúdos de Amor! 😉

  facebookpng  instagrampng  twitterpng

 

 

Voltar para a página inicial.

 


Fonte: Grupo Viagem Astral – Curso intermediário de projeção astral 

Imagens utilizadas: Pixabay.com


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *