Dicas Para Desintoxicar E Descalcificar Glândula Pineal – Parte 1

O primeiro passo para descalcificar a pineal é parar de consumir aquilo que a calcifica, o flúor. Deixar de utilizar/ingerir flúor no dia a dia é algo que vai contribuir para o início do processo de desintoxicação natural do próprio organismo.

Se você acompanha os posts aqui do blog, você já deve ter visto o artigo onde falo sobre como o flúor calcifica a glândula pineal e os diversos estudos científicos demonstrando os efeitos prejudicais dessa calcificação em nosso organismo. Em um próximo post trarei práticas e alimentos que também auxiliam nesse processo de desintoxicação e estímulo da pineal. Hoje iremos focar na retirada do flúor de nossa rotina, para tanto, você deve realizar algumas práticas simples como a substituição de produtos e também a purificação da água que você ingere e utiliza no seu dia a dia.

Substitua Os Produtos Que Contenham Flúor

 

É possível substituir os cremes dentais convencionais por cremes dentais sem flúor.

  • Cremes dentais naturais:  Substituir os cremes dentais convencionais por cremes dentais naturais vai trazer uma grande contribuição para o seu processo de remoção do flúor. Atualmente é possível encontrar os cremes dentais sem flúor em lojas de produtos orgânicos e naturais;
  • Enxaguantes bucais: os enxaguantes bucais também são produtos que devem ser evitados ou utilizados somente sem flúor.

*Alguns dos enxaguantes bucais e cremes dentais convencionais, além do flúor possuem diversas outras substâncias danosas ao organismo, como fluoreto de sódio, limonene, ácido benzóico dentre outros que estão listados no regulamento (EC) Nº 1223/2009 do Parlamento Europeu que possui uma regulamentação de alertas e uma listagem com diversas substâncias proibidas em cosméticos na Europa.

Purifique a Água Fluoretada (Que Contém Fluor)

Caso não lhe seja possível ingerir a água já destilada ou alcalina, você pode usar esse simples método para remover o flúor da água.

Pesquisadores descobriram que o manjericão é capaz remover o flúor da água.

  • Utilize o manjericão: pesquisadores da Rajasthan University descobriram uma forma simples e barata de remover o flúor da água, que é utilizando o manjericão santo (Ocimum tenuiflorum – nome científico). Basta colocar um punhado de manjericão (cerca de 75 gramas) no fundo de um filtro de barro convencional, na parte superior do filtro e colocar a água para ser filtrada. Quanto mais tempo demorar a filtragem da água, melhor será o resultado.
  • Utilize o vinagre de maçã: Para aqueles que possuem a água destilada, o Dr. Edward F. Group III (fundador do Global Healing Center) recomenda  acrescentar em um galão de vinte litros de água destilada, uma tampinha de vinagre de maçã orgânico. Conforme Dr. Group o vinagre de maça irá contribuir com a reposição dos minerais na água destilada. Lembrando que o vinagre não serve para retirar o flúor da água, mas sim, para repor os minerais, probióticos e enzimas que foram perdidos no processo de destilação. Esse é um dos métodos mais baratos e efetivos para repor os nutrientes vitais e trazer “vida” à água destilada.

Um outro fator importante a ser mencionado sobre a água é a sua influência não somente física, mas também energética em nossa saúde e corpos mais sutis. Aqui nesse artigo comentei sobre o uso da cromoterapia na água solarizada e também o significado de cada cor no processo de solarização da água. São dois posts que valem a pena conferir, pois trazem informações de como nos beneficiarmos das energias purificadoras e naturais do sol através da água e das cores.

Sobre a eliminação do flúor da nossa rotina, essas são dicas que, se somadas a uma boa alimentação (legumes, frutas vegetais e cereais orgânicos) irão contribuir para a descalcificação e desintoxicação da glândula pineal. Conforme mencionei inicialmente, não perca os próximos posts, pois compartilharei alguns alimentos e diversas práticas que lhe auxiliarão a estimular a pineal.

Grande abraço a todos e até a próxima!

Ah! Inscreva-se gratuitamente no formulário abaixo para ser notificado dos novos posts, novidades imperdíveis e para receber no seu email técnicas e dicas sobre o autodesenvolvimento e expansão consciencial.

Lembre-se de confirmar o seu cadastro no e-mail de confirmação que será enviado para você. Fique atento à sua caixa de e-mail. 🙂

Receba gratuitamente novidades e novas publicações por e-mail.

*campos obrigatórios



Referências

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4963777/

http://strength-to-awaken.blogspot.com/2013/08/holy-basil-shown-to-remove-fluoride.html

https://www.globalhealingcenter.com/natural-health/how-fluoride-damages-pineal-gland-health/

Documentário Fluoride: Posion On Tap – Full Documentary (Flúor: Veneno na Torneira – Documentário Completo)


1 comentário

Regina Fogaça · 20/02/2019 às 06:47

Excelente não sabia do manjericão… Grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *