A aura é um campo de energia que envolve a tudo o que existe. Ela está presente em todos nós, mesmo que ainda não tenhamos a capacidade de observá-la naturalmente. Porém, já é possível identificar as camadas iniciais da aura através de um modo de fotografia que foi descoberto por acaso em 1939 pelo inventor e pesquisador russo Semyon Davidovich Kirlian. A câmara Kirlian foi desenvolvida e atualmente é possível encontrá-la em algumas lojas especializadas em terapias alternativas.

Existem na aura, sete camadas iniciais, as quais são passíveis de observação por médiuns clarividentes bem treinados. Cada camada é responsável e guarda informações sobre determinado aspecto de nossa existência como ser espiritual e físico. A medida que se extende da primeira camada (mais próxima ao corpo) para as demais, a energia da qual são formadas se torna cada vez mais sutil. Essa sutileza as torna de difícil percepção através da fotografia Kirlian. É possível observar com esse método de fotografia apenas as primeiras camadas da aura, que são aquelas que associam-se ao aspecto emocional do ser humano e que incluem o meio áurico de todas as partes anatômicas e todos os órgãos. Identifica-se então, o estado emocional e os sentimentos da pessoa no momento em que a fotografia foi tirada.

A segunda camada da aura envolve as emoções, também chamada de corpo emocional. Parece feita de nuvens coloridas e suas cores vão dos matizes brilhantes aos matizes escuros, dependendo da clareza ou da confusão dos sentimentos e da energia que as produz. Sentimentos claros e ativos, como amor, alegria são brilhantes e claros; sentimentos confusos são escuros e turvos. Assim são apresentadas as fotografias Kirlian, com uma espécie de névoa em torno da pessoa, em formatos e cores diversificadas.

Fotografia Kirlian de objetos, plantas e mão.

A fotografia Kirlian é muitas vezes utilizada  pelas clínicas e centros voltados à medicinas alternativas com o intuito de apresentar ao paciente diagnósticos, bem como a evolução e a eficácia dos tratamentos holísticos aos quais ele está submetendo-se. Apesar da fotografia identificar as emoções e energias das quais a pessoa está emanando no momento, não significa que não seja útil nos tratamentos terapêuticos. Muitas vezes, por comportamentos repetitivos, acabamos por emanar e arraigar em nossas energias aqueles padrões de sentimentos, os quais podem ser identificados e tratados com o auxílio das fotografias.

Trata-se de uma ferramenta que está se tornando cada vez mais utilizada e muito conhecida nos meios atuais, graças ao poder de propagação da informação que obtivemos nos últimos anos com a internet. A medida que formos evoluindo moralmente, acredito que teremos capacidade e maior liberdade de avançarmos nas descobertas científicas sobre as outras camadas da aura. Afinal, trata-se de uma forma de identificar tudo o que somos e tudo o que estamos ou que já passamos nessa e em outras formas de vida.

Fique atento aos próximos artigos e se você ainda não é inscrito no site, clique aqui e cadastre-se gratuitamente para não perder mais nenhum conteúdo sobre aura, chacras e tudo mais relacionado aos estudos parapsíquicos e desenvolvimento pessoal e espiritual.

Obs.: Nas próximas matérias trarei técnicas de como ver a aura e iniciarei uma série de posts sobre os chacras, suas funções e como equilibrá-los para obtermos mais saúde e bem estar espiritual e físico.

Abraço a todos, sempre muito amor e carinho para consigo mesmo. Assim conseguimos dar aos outros aquilo que já fazemos por nós mesmos. 🙂

 


Quer se aprofundar nos estudos dessa área holística? Os livros que utilizei como referências para os conhecimentos mencionados nesse artigo são os citados abaixo. Para adquirí-los basta clicar na foto de capa:

 

Mãos de Luz

Teoria dos Chacras

Cure a Si Mesmo


7 comentários

Naira Santos · 09/04/2018 às 02:08

Que legal! Quero muito aprender a ver a aura pois tenho uma sensibilidade aflorada mas está geralmente relacionada ao sentir e ouvir.

    Érica Lima · 15/11/2018 às 14:19

    Bom que gostou Naira. Gratidão. Um forte abraço e muita paz. 🙂

Jailma costa · 04/11/2018 às 21:34

Érica lima…Amei o vídeo sobre as 4 técnicas pata ver a aura. Espetacular!!! Fantástico! Nunca havia feito essa experiência. Desejo aprofundar em experiencias nesta linha. Amei mesmo! Gratidão. Gratidão

    Érica Lima · 15/11/2018 às 14:16

    Olá Jailma. Que bom que gostou. São técnicas muito ricas para o nosso despertar. Um abraço e muita luz a ti. 🙂

Lara Xavier · 06/05/2019 às 13:55

Onde posso fotografar minha aura na cidade de São Paulo ou Campinas

Lara Xavier · 06/05/2019 às 13:55

Onde posso fotografar minha aura na cidade de São Paulo ou Campinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *