A glândula pineal encontra-se no centro do crânio, entre os dois hemisférios cerebrais. Ela é responsável pela geração de dois hormônios, a serotonina e a melatonina, que auxiliam a regular os ciclos de sono e puberdade. É uma glândula que tem um papel crucial no nosso humor. Outra substância que em tese também é produzida pela glândula pineal é o DMT (dimetiltriptamina). Um neurotransmissor que cria um estado psicodélico natural de consciência. Dessa forma, essa pequena glândula parece ter não somente um papel crucial no nosso bem estar psicológico, como também pode ser a chave para abrir o verdadeiro potencial do ser humano.

Em animais que possuem a cabeça translúcida a pineal possui retina, assim como a retina dos nossos olhos. Nesses animais a pineal capta a luz de forma direta. No caso dos seres humanos, por não termos a cabeça translúcida, a pineal teve uma transformação e ao invés de captar luz ela capta o magnetismo de forma direta. No nosso caso, a luz é captada pela retina dos olhos e  parte dessa luz é enviada para regular a pineal. Essa captação do magnetismo feita pela pineal é um assunto explorado há milênios. Os antigos egípcios mencionavam que a pineal seria o terceiro olho ou o olho de Horus, a porta para visualizar aquilo que os olhos da matéria não conseguem ver.

Em animais que possuem a cabeça translúcida a pineal possui retina, assim como a retina dos nossos olhos.

Mas o que realmente faz da pineal uma glândula diferente e com essa conexão ainda maior com a espiritualidade?

A glândula pineal possui um reservatório de água com cristais. -Caso você não conheça muito sobre os critais, eles têm a capacidade de atrair, reter e enviar ondas eletromagnéticas. E os cristais que temos na pineal possuem propriedades piezoelétricas, que é a capacidade que alguns cristais têm de gerar tensão elétrica por resposta a uma pressão mecânica, ao serem pressionados ou apertados. Na pineal também ocorre as chamadas piezoluminescências. Para entendermos melhor tudo isso, vamos usar uma analogia mencionada no vídeo Secrets of the Pineal Gland. Imagine que você tem um isqueiro, ao acionar esse isqueiro você obterá pequenas faíscas que saem dele. Essas faíscas vêm do cristal sendo comprimido. E nesse processo de compressão dos cristais, são liberados fótons. Agora pense que, em nosso cérebro, nós temos pequenos cristais flutuando. E nossos cristais, além de muita qualidade, eles também possuem uma outra característica chamada piezocromismo. Cristais piezocromáticos, são cristais capazes de liberar qualquer cor de luz do arco-íris. E o DMT (dimetiltriptamina) é a principal substância química que parece fazer isso; liberar uma explosão de cores ao estimular esses cristais.

A glândula pineal possui cristais piezocromáticos, que são cristais capazes de liberar qualquer cor de luz do arco-íris.

Quando o DMT é “liberado/cortado”, obtém-se uma explosão de cores. Uma grande explosão de azul, uma grande explosão de verde, de amarelo e de todas as cores visíveis do espectro de cores do arco-íris.

E temos esses cristais em nossa cabeça!

Já parou para pensar que os cristais tem uma enorme capacidade de captação de magnetismo e que temos cristais dentro do nosso cérebro?

Como diz o escritor e jornalista britânico Graham Hancock, “Talvez o DMT possa ser a lente da nossa glândula pineal, permitindo-nos ver áreas mais amplas da realidade que são normalmente acessadas pelos nossos sentidos.”

A glândula pineal é revestida em seu interior com um tecido chamado pinealócitos. Esses pinealócitos são semelhantes aos bastonetes e cones da retina dos nossos olhos, por isso é chamada de terceiro olho. Nosso cérebro tem um terceiro olho em seu centro, esse terceiro olho  possui tecido retiniano(retina dos olhos) e também possui as mesmas ligações existentes em nossos olhos físicos.

Agora reflita, nosso cérebro possui pequenos cristais, que podem vibrar e liberar todas as cores do arco-íris, e há relatos de diversas pessoas que mencionam experiências com visões de cores e mandalas coloridas. Eu inclusive tive uma experiência durante a projeção astral onde vi imagens que pareciam sim ter todas as cores do arco-íris, que se moviam e entrelaçavam entre si, nas minhas mãos. Eu olhava para a minha mão e ela se tornava algo parecido com imagens de fractais coloridos em determinados pontos. Eu observava tudo aquilo e ficava maravilhada com o que via. Foi fantástico!

A glândula pineal possui tecidos  semelhantes aos bastonetes e cones da retina dos nossos olhos, por isso é chamada de terceiro olho ou olho de Horus.

Hoje muitos estudos estão sendo feitos sobre a glândula pineal e a produção do DMT em nosso organismo, mas o que podemos observar é que, a maior descoberta ainda é interna. Temos cristais em nosso cérebro que são capazes de captar e conduzir magnetismo, então essa descoberta é muito mais íntima do que externa. Cabe a cada um de nós estarmos atentos e observarmos o que estamos captando e o que estamos emanando com essa nossa incrível capacidade. Cabe a cada um de nós discernirmos entre as melhores escolhas para nós e consequentemente para o mundo.

Há diversas outras informações sobre a pineal, como a captação que ela realiza do magnetismo da lua para a regulação dos nossos hormônios reprodutivos e sexuais. Através dessa captação ela realiza o controle dos ciclos menstruais e a gravidez nas mulheres, onde os ciclos menstruais geralmente possuem 28 dias, 1 mês lunar e a gravidez possui 1 ano lunar. Existem muitas maravilhas para quem quer estudar e aprofundar os conhecimentos sobre a pineal. Deixo para vocês a indicação de dois trabalhos fantásticos, nos quais me baseei para gerar esse artigo. O primeiro vídeo está em inglês e o segundo é uma palestra em português, ministrada pelo médico Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, um dos maiores pesquisadores sobre a glândula pineal.

Vale muito a pena entender e estudar mais sobre essa glândula tão pequena e tão poderosa que todos temos. Como mencionei num dos posts anteriores, o flúor é uma substância que calcifica a glândula pineal, sendo assim, nos próximos artigos trarei técnicas e dicas de como descalcificar a pineal e também como estimular essa glândula que é tão importante no nosso processo do despertar para o amor.

Aqui o vídeo em Inglês sobre a pineal: Secrets of the Pineal Gland

Abaixo a palestra em português: PALESTRA GLÂNDULA PINEAL – Dr. Sérgio Felipe de Oliveira

Deixe abaixo seu comentário e até breve. 🙂


5 comentários

RV Passenger · 15/02/2019 às 15:05

Olá! Estes som de ativação da glândula, são de fato funcionais??! Estes que perambulam pelo Youtube.

Roque · 08/05/2019 às 12:37

OBRIGADO ,tudo de bom.

Roque · 08/05/2019 às 12:37

OBRIGADO ,tudo de bom.

Guilherme · 12/07/2019 às 07:11

Grato!

Guilherme · 12/07/2019 às 07:11

Grato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *